11 SÉRIES QUE VÃO AJUDAR EM INSPIRAÇÕES PROFISSIONAIS

quinta-feira, outubro 01, 2015


Quem não ama captar um pouquinho do dia a dia de algumas profissões através de personagens cativantes e histórias/estórias marcantes? Quando se está a um passo para decidir o futuro profissional, por exemplo, obviamente o segredo é a procura pelo que se tem vocação e gosto para. O dinheiro é consequência e fica muito mais simples, de tal forma, passar pelos "perrengues" que existirão em qualquer âmbito. Inspiração para encontrar um pouco de você em alguma dessas profissões, não faltará. E até para aqueles que não desejam seguir alguma das citadas abaixo, vale a pena apreciar a todas! Afinal, matar certas curiosidades e imaginar a vida dos capacitados para cada uma delas, só acrescenta. Além do fato de que, detalhes de uma profissão que pode parecer não ter nada a ver com as suas escolhas, podem agregar conselhos e vivências totalmente cabíveis para a sua vida, seja no aspecto pessoal e/ou especializado em algum setor.

1. “Better Call Saul” – Direito

Sendo um prólogo da série "Breaking Bad" e sem decepcionar aos expectadores da mesma e aos novos, essa série conquistou corações pela evolução do personagem e pelos motivos dos quais fizeram Jimmy Mcgill passar a ser o Saul Goodman ("Bob" Odenkirk). Além desse contexto da transição de uma série para outra, é notável os caminhos, mesmo que tortuosos, que um advogado percorre até seu ápice. Inicialmente, em sua inexperiência no meio jurídico o deixa suscetível a pegar casos de "porta de cadeia" e em sua experiência e habilidade gradativa ao defender casos assim, acaba se transformando na fera em defender o outro lado da "lei". Muitos julgariam essa defesa como o "lado negro" da área jurídica, mas assistindo a série, haverá outros ângulos desse mesmo raciocínio a serem considerados. Assistindo a série terá boas noções de como chegar – com muito bom humor, devo ressaltar – a sua meta (seja qual for a sua escolha de emprego), preenchendo suas conveniências como profissional e ser humano.


         

2. “How I met your mother” – Jornalismo

Desde que HIMYM foi ao ar, houve 4 lados: um dos apaixonados cegamente pela série, um outro de fãs do seriado F.R.I.E.N.D.S – em eterna guerra por acharem HIMYM uma cópia ou inferior ao seriado , mais um daqueles que ficam "em cima do muro": gostam de F.R.I.E.N.D.S tanto quanto de HIMYM, e ainda dos que não apreciam nenhuma das duas séries. A questão é: está procurando bom humor, romances loucos e diversidade? Bem, você acaba de encontrar! Arquitetura, direito, pedagogia e jornalismo? Vem aqui! Mas o meu ponto é: jornalismo! Para todos que veem HIMYM, veem o quão sofrido e rico é o mundo jornalístico da personagem, Robin Scherbatsky (Cobie Smulders). Desanimou-se por não conseguir ser âncora ainda do Jornal Nacional? Não desiste. Trabalhar em jornal sem audiência às 5 da manhã com muito astral? Aprenda com Robin. Cobrir matérias não tão interessantes para matar sua sede de fazer jornalismo e, ainda assim, estar lá com cabeça erguida? Ah, vai logo assistir! O enfoque serve também para todas as profissões que requerem que você percorra seu início nos mais baixos cargos. Com certeza não será em vão ver e enriquecer sua vibração com essa caminhada. É isso o que a personagem mostra claramente, ao longo da trajetória, além de todo seu jeitinho de ser quem é em 9 temporadas, que conquistou muitos e muitos fãs, e pode conquistar você!


         

3. “Lie to me” – Psicanalista

A maioria das pessoas mente. Isso é fato. Seja por conveniência, seja por esperteza ou sobrevivência. O ponto e questão são: se vivemos em uma sociedade, cada um tendo ação e, em consequência, reação sobre a vida do outro, até que ponto essas mentiras que cada um carrega podem influenciar e atingir diretamente a vida de alguém? Afinal, a verdade não é uma face que todos gostam de ouvir, apesar de sempre pedirem e da sua necessidade de aparecer. E é isso que Dr. Cal Lightman (Tim Roth) tenta aprofundar durante a série em seu brilhante percurso e experiência como psicanalista, então já sabe: se você é apaixonado pelo mundo de psicologia/psiquiatria, vai morrer de amor! Em variados casos, Dr. Lightman, afirma a frase que sempre ouvimos: "Nosso corpo é nosso templo". Ele não mente as sensações e ratifica o dito quando transparece que nosso corpo revela tudo, inclusive nossos mais sombrios segredos, a quem sabe ler. Vale ressaltar que as táticas lá usadas não são fictícias.


          


4. F.R.I.E.N.D.S – Artes Cênicas

Antigamente foi alastrado nos ouvidos alheios que profissões que envolvessem artes como música e teatro, eram empregos fúteis, de "vagabundos". Pobres esses que julgavam assim. O que seria da vida sem a arte? Pois bem, em Friends temos Joey (Matt Le Blanc) correndo atrás do seu sonho de ser ator, mostrando os altos e baixos de seu ofício. A série, de 10 temporadas, acabou há anos, mas o personagem é vivo nas memórias de quem assistiu e se apaixonou pelo mesmo. O ator não vive de passado e sim de novos desafios, de novas "personalidades". Fora o inusitado de ver o mundo sem a vida na mídia digital. Vlog’s facilitando e fazendo novas personalidades marcarem nosso entretenimento? Pode esquecer! Joey teve suas limitações, mas contou com muito bom humor, trapalhadas e sorte para trilhar seu caminho na TV e teatro! A série ainda retrata a caminhada profissional de todos os personagens principais, tanto dos que já sabiam o que desejavam, quanto os que estavam ainda por descobrir.

         


5. “Grey’s Anatomy” – Medicina

Quebrar e machucar são uns dos verbos mais presentes na vida de todas as pessoas. A incessante busca pelo consertar, pelo conservar, não deixando maquinar corações, é inerente do ser humano, sejam nas relações, seja com os objetos, seja com os sentimentos. Além de tudo isso, o cuidado é o que define Grey’s Anatomy. Meredith Grey (Ellen Pompe) nos envolve com a dose certa de drama e humor em sua vida, experiências e relações no Seattle Grace Hospital, mas também fora dele. O que vem a tona é a profissão: medicina. Se você está em busca de aprender mais e, quem sabe, aguçar seu interesse sobre medicina, pode se deliciar em 11 temporadas. Aprender que há variados tipos de especializações, variados tipos de médicos, e que, no final, o que realmente importa é que seu conhecimento se transforme em cuidado, responsabilidade e nada mais, nada menos, que humanidade. Mas claro, respeitando os seus limites como pessoa e como atuante na área.


         


6. “Mad Men” – Publicidade
Há quem diga que evoluímos, há quem retruque com controvérsias. Mas também, há sempre dois lados, talvez uma balança – nunca equilibrada – quando se trata de viver em sociedade, de lidar com o próximo; há divergências. Levando isso em consideração, vos apresento Man Men, uma série ambientada nos anos 60. Parece se tratar de uma série antiga, não é? Bem, de antiga, só o cenário. Mas em verdade é mais atual do que propunha, ao ver e ter o choque de realidade quando a série aborda nitidamente machismo, feminismo e políticas públicas frágeis que se arrastam até hoje. E óbvio, tudo isso dentro do mundo empresarial da publicidade. À frente o mais estimado publicitário, Don Draper (Jon Hamm), dando as rédeas no enredo dessa magnífica série. Ficou curioso? Corre para acompanhar.

        


7. “Monk” – Investigador

Perfeição é um conceito inconstante. Em diferentes épocas ela pode ser uma ideologia seguida por um padrão, em diferentes olhares e mãos ela pode não ser cabível. Neste seriado, Monk era um investigador policial bom, um dos melhores, só que uma tragédia o abalou e secou sua fonte de vontade em exercer sua profissão. Mas quando sua vontade voltou, ele já não era mais o mesmo. Ainda que com todas as fobias e traumas deixados pela tragédia, ele transformou isso em atenção dobrada, despertando o perfeccionismo em seus trabalhos. Isso vai ressaltar sua percepção e entreter a cada caso solucionado, afinal nem sempre devemos confiar em primeiras impressões.


        


8. “Chicago Fire” – Bombeiros

"Coragem é para quem tem". Quem nunca ouviu isso? Coragem para assumir suas escolhas, e mais ainda para enfrentá-las. Quando você decide ir rumo à vida profissional, sempre haverá um beneficiado, uma vida a ser salva. E no caso de Chicago Fire, a palavra é resgate. Fazer não apenas com coragem, mas com vocação, Chicago Fire entra em cena para quebrar o ritual de séries somente de enredo policial. No departamento de bombeiros há na frente Matthew Casey (Jesse Spencer) e Kelly Severice (Taylor Kinone) e, entre eles, um mistério. Além disso, casos inovadores – que, provavelmente, nunca foram antes vistos em séries – são retratados a cada episódio, mostrando técnicas e rotinas num quartel para inspirar.


          


9. “Empire” – Cantor/Músico

Entre o sucesso e fama há muitas entrelinhas, que passam despercebidas na maioria dos holofotes e câmeras. Numa envolvente e descomunal série musical, podemos aliar uma produção sensacional e muitos dramas comuns em vidas domésticas de quem não está envolto de fama, dando um "ar humanizado" à série. Empire nos apresenta a família Lyon e seu legado monstruoso no mundo do hip hop. Seus percalços, suas vitórias e desafios, intrigam e aguçam a vontade de quem nunca esteve em foco dessa arte, querer estar. Por tudo isso, logo, nota-se um diferencial, arrancando você de vez dos clichês musicais já produzidos, dando assim, caro e curioso leitor sobre o mundo da música, janelas como olhos para esse mundo restritamente aberto.


 


10. Silicon Valley – Engenharia (de computação)
Uma verdade irrefutável: ninguém sobrevive mais sem as tecnologias avançadas. A criação desenfreada de novos produtos, só acirra mais a "corrida de ouro" em quem tem o melhor a oferecer. E tudo isso não vem de agora, quer saber por quê? Assista Silicon Valley e seu protagonista Richard (Thomas Middleditch) na empresa Pied Piper, eles vão mostrar com muito bom humor, sarcasmo e "nerdice" e entenderá minha afirmação acima. Ou melhor, citarei uma frase muito usada na série: "Todo mundo quer ser um ícone". Isso lhe remete a pensar em algum(ns) ícone da computação? Pense bem! Essa série não se trata apenas de um Mundo Geek, mas leva inspiração para qualquer um que adore o mundo da computação.

         


 11. CaliFornication – Escritor
Somos instantes. Instantes de vida, de loucura, amor, ódio, tristeza e, principalmente, de alegrias. Isso é bem visível na vida do protagonista e escritor Hank Moody (David Duchovony), em Californication. O instante de sucesso dele passou e, por descaso, a inspiração também. A verdade é: quem nasce e pratica sua vocação pode desaprender assim como se desaprende a andar de bicicleta, é vital. Em um drama bem adulto, Hank, deixa algumas das únicas coisas que não são feitas de instantes, irem por água abaixo: vocação e família. Em suas trapalhadas como escritor, eis que mais de segundas chances são jogadas fora, em sua busca eterna pelo prazer de escrever com sucesso de novo. E a culpa disso? Bem, só vendo para descobrir ou lendo atenciosamente o título e interpretando nas entrelinhas.


         

Tem mais alguma série que trouxe inspirações profissionais para você? Então não deixe de indicar aqui nos comentários!

LEIA TAMBÉM:

0 COMENTÁRIOS

Obrigada por chegar até aqui para deixar a sua opinião. É fundamental para mim. O que dá sentido com ratificação para cada reflexão entre análises, dicas, informações e sentimentos aqui escritos são essas nossas trocas evolutivas de sensações e pitacos.

Não esqueça de clicar em "notifique-me" abaixo do seu comentário para receber por e-mail a resposta dada.

Posts Recentes Mais Posts

TRANSBORDOU NESTES?

Direitos Autorais

Todos os escritos aqui postados são de autoria da escritora, poetisa, compositora e blogueira Vanessa Brunt. As crônicas, frases, poesias, análises e os demais diversos escritos, totais ou em fragmentos, podem ser compartilhados em quaisquer locais e sites (quando não para fins lucrativos: criação de produtos para vendas, entre outros), contanto que haja o devido direcionamento dos direitos autorais. Ademais, as imagens utilizadas no blog para as postagens não são, em sua maioria, feitas pela autora. Portanto, para qualquer problema envolvendo os créditos das fotos, basta entrar em contato e o caso será resolvido prontamente.