LANÇAMENTOS DE FILMES E SÉRIES DO MÊS DE NOVEMBRO

sábado, outubro 31, 2015


Novembro começa amanhã e podemos comemorar muito a chegada do penúltimo mês do ano, porque o cinema estará repleto de variadas obras que captam temáticas super distintas e que prometem ter mensagens implícitas com abrangência (metáforas, minhas paixões!). Biografia (em forma de documentário) de um dos maiores compositores e poetas brasileiros, ação, esperados, despedidas, dramas que permeiam uma grande exacerbação dos lados humanos, dos relacionamentos, das ambições e muito mais: são apenas alguns dos fatores que estarão aguardando você nas telonas! Séries renovadas e outras nunca vistas chegam também para agregar ainda mais expectativa e animação. Agora é só ficar atento e devorar as artes!


1. 007 – Contra Spectre (Ação)



"A distância entre loucura e genialidade é medida apenas pelo sucesso" (James Bond). O 24° "007", de uma franquia de 50 anos, chegará aos cinemas. Mensagens que captam os relacionamentos humanos, seus conceitos, atos de lealdade e motivos para o desconfiar; ideologias que confirmam a destreza da mente humana, da força da imaginação com toques de conhecimento, que afiam a ideia de abraçar os improvisos (afinal, a vida é feita deles) e que relembram que podemos ser sempre melhores, contanto que não fiquemos acomodados. Esses são apenas alguns encaminhamentos básicos, mostrados de formas não tão clichês pelos desenrolares das tramas. No Contra Spectre, uma mensagem enigmática e conectada ao passado do Bond (Daniel Craig), leva-o para uma missão secreta na Cidade do México, para desmascarar a organização Spectre. Enquanto Bond tenta descobrir a verdade por trás da organização, M (Ralph Fiennes) luta contra as forças políticas na tentativa de manter o serviço secreto britânico ativo. Infelizmente, o ator Daniel Craig, que interpreta Bond, afirma que será seu último filme da franquia.  
Lançamento: 5 de novembro de 2015
Diretor: Sam Mendes  
   

Roteiro: John Logan
Produção: Columbia Pictures
Mais do elenco: Christopher Waltz, Monica Bellucci, Léa Seydoux, Dave Bautista, Andrew Scott, Ben Whishaw


2. Jogos Vorazes: A esperança – O final (Aventura)


Podemos parar de roer as unhas para organizar as agendas, porque a despedida está chegando! Já falei aqui, na minha lista de filmes favoritos, que Jogos Vorazes merece a nossa atenção por todas as críticas abordadas, durante cada um dos filmes. Analogias sobre a nossa sociedade, sobre o governo, sobre as "ditaduras brancas" que vivemos até hoje (incluindo aqui os (e)feitos e alienações causados pela "Grande Mídia"), são alguns dos pontos cruciais emitidos através de metáforas bem construídas. Mensagens à parte relacionadas as capacidades humanas circundam os subtópicos dessa sequência cabível como e para relatos da sociedade mundial. No último filme da saga, depois de sobreviver duas vezes à crueldade da arena, Katniss (Jennifer Lawrence) observa que as regras do jogo mudaram com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, e é preciso organizar uma resistência. A coragem de Katniss nos jogos e fora deles, fez nascer o abrir dos olhos, a esperança e a verdadeira força (povo unido) em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão do presidente (Donald Sutherland). Começará, de fato, a revolução.  
Lançamento: 18 de novembro de 2015 
Diretor: Francis Lawrence    
Roteiro: Danny Strong 
Produção: Nina Jacobson
Autora da obra original (livro): Suzanne Collins 

Mais do elenco: Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Sam Claflin, Natalie Dormer, Woody Harrelson, Philip Seymour Hoffman, Julianne Moore


3. A Floresta que se Move (Drama)


Macbeth, obra do dramaturgo britânico William Shakespeare, é a inspiração para esse novo filme, que retrata sentimentos antigos não desabitados ou esmiuçados na contemporaneidade, vindos de uma aglomeração social não tão evoluída quanto as do nosso século (e será que evoluímos tanto assim?). A narrativa aparenta fazer uma referência bem enlaçada, deixando notável que carregamos teses ainda não contestadas com firmeza (por medo de perder benefícios), que temos uma essência geral nunca perdida, que os mesmos detalhes que eram capazes de "cegar" um homem e descontrolar uma nação, continuam adentrados no cotidiano, e que sentimento e razão não devem ser subestimados, ainda quando não unidos. A estória gira em torno do executivo Elias (Gabriel Braga Nunes), bem sucedido em seu cargo, no 2° melhor banco do país. Casado com a ambiciosa Clara (Ana Paulo Arósio, voltando para as artes cênicas!), ele vê a oportunidade de ascensão financeira na vida através de uma vidente. Essa oportunidade acaba desencadeando uma série de assassinatos, com a ajuda da sua esposa, para chegar ao lugar que Elias tanto almeja, explicitando assim causas e consequências de valores invertidos.
Lançamento: 5 de novembro de 2015
Diretor:
Vinicius Coimbra  
Roteiro: Manuela Dias   
Produção: Elisa Tolomelli
Mais do elenco: Nelson Xavier, Ângelo Antônio, Fernando Alves Pinto



4. Já Estou Com Saudades (Drama)


Amigo não é só aquele que está presente no péssimos e bons momentos, mas sim aquele que permanece quando a sua fase de vida está completamente diferente da dele. É aquele que tenta estar contido nos novos saberes da sua história, ainda que não consiga fisicamente ou que pareça algo de distante interesse da realidade em que ele está vivendo. É aquele que vai além da consideração, que parte não só para o "estarei por você", mas sim para o "estou aqui", mesmo quando não houver sequer alguma urgência apitando no instante. E é abraçando todos esses pontos, os quais gosto sempre de ratificar, que o filme Já Estou Com Saudades (o título já agrega muito do que relembro, e é uma tradução fiel ao nome original da obra) retrata a estória de Milly (Toni Collette) e Jess (Drew Barrymore). Inseparáveis desde que eram meninas, não conseguem lembrar de um momento em que não compartilharam tudo – segredos, roupas e romances –, mas nada as preparou para o dia em que Milly é atingida com notícias que mudam sua vida radicalmente: ela está com câncer de mama. Enquanto o choque está sendo digerido, Jess alcança um dos maiores sonhos da sua vida, engravidar. Em fases tão divergentes, com sentimentos e objetivos completamente dispersos, a amizade de ambas prossegue emitindo a lição da força de um laço humano, quando é realmente cativado, ainda que permeando quesitos a serem revistos. 

Lançamento: 19 de novembro de 2015
Diretor: Catarine Hardwicke   
Roteiro: Morwenna Banks  
Produção: Paul Andrew
Mais do elenco: Dominic Cooper, Paddy Considine, Jacqueline Bisset, Tyson Ritter, Charlotte Hope


5. Chico – Artista Brasileiro (Documentário)


Quero assistir para ontem! Chico Buarque é conhecido pelo seu modo reservado de viver, mesmo com tanto sucesso. Numa trajetória de 50 anos, não apenas englobando o mundo da música, mas também o da literatura, Chico ganha esse documentário revelando seu íntimo durante a perpetuação artística que atingiu. Com um musical  que reúne convidados cantando, encenando e discursando sobre como nasceram várias das composições do Buarque e com alusões a diversos detalhes que construíram essa brilhante carreira, o filme promete elaborar mensagens não somente para fãs e artistas, mas para qualquer ser humano que aprecie uma história de grandes alcances, sentimentos e/ou artes (enfatizando aqui, a poesia). 
Lançamento: 26 de novembro de 2015
Direção: Miguel Faria Jr (também dirigiu o documentário sobre Vinicius de Moraes em 2005)
Roteiro: Diana Vasconcellos 
Produção: Sony Pictures 
 


  • Outros filmes que também estarão nos cinemas:
Gênero: Drama 
Lançamento: 5 de novembro de 2015

Gênero: Drama     
Lançamento: 5 de novembro de 2015

Gênero: Drama     
Lançamento: 5 de novembro de 2015

Gênero: Drama      
Lançamento: 5 de novembro de 2015

Gênero: Policial     
Lançamento: 12 de novembro de 2015

Gênero: Drama      
Lançamento: 12 de novembro de 2015

Gênero: Documentário     
Lançamento: 26 de novembro de 2015  


  • Séries que irão estrear em novembro:

1. Marvel’s Jessica Jones (Drama, policial)


Dos criadores de Demolidor, surge mais uma aposta para o sucesso da Netflix. A série Jessica Jones conta sobre a vida de Jessica Campbell (Kryster Ritten), uma estudante do ensino médio, colega de classe de Peter Parker! Quando pequena, o carro no qual estava colidiu em um comboio militar que carregava radioativos e ela perdeu a família. Após meses em coma, a protagonista acorda e o orfanato a coloca com a família Jones. Na reconstrução de sua vida pessoal, Jessica descobre que adquiriu poderes extraordinários e passa a ingressar na carreira de detetive para utilizá-los de uma maneira proficiente para a sociedade. Até aí, podemos captar muitos clichês das estórias da Marvel, mas a série parece aplicar alguns toques a mais, que dão uma originalidade agradável: como as indagações, teses e pensamentos em geral da personagem, que faz críticas e conclusões interessantes sobre as pessoas e os acontecimentos corriqueiros e significativos, o que acaba por enfatizar as mensagens da trama e por formular novas.  
Lançamento: 20 de novembro de 2015
Criação:
Melissa Rosenberg    

Produção: Marvel Entertainment
Mais do elenco: David Tennant, Rachael Taylor, Mike Colter, Carrie-Anne Moss, Erin Moriarty, Eka Darville, Wil Traval

2. Into the Badlands (Ação, drama)


Obviamente, para buscar o sempre gradual entendimento da própria essência, é necessário ler o mundo externo (outras pessoas, outras relações) e interpretar o que acha incorreto, acima de tudo, para construir os princípios básicos que deseja emanar e a força que obtém ao entender os limites que almeja seguir. Inspirada no clássico chinês "The Journey to the West", a narrativa de Into the Badlands é situada na época dos senhores feudais. Conta a estória de um bravo guerreiro, Sunny (Daniel Wu), e um jovem que embarcam em uma jornada rumo a um lugar cheio de perigos, para buscar conhecimento e iluminação. Por consequência, a caçada pelas clarificações acaba certificando que tudo é relativo, mas que precisamos optar por prioridades. Então, referindo cada aprendizado a detalhes implícitos, o desenrolar acaba sendo uma jura de embarque cheio de analogias.    
Lançamento: 15 de novembro de 2015
Direção:
David Dobkin   
Roteiro: Alfred Gough       
Produção: AMC Studios

Mais do elenco: Marton Csokas, Orla Brady, Sarah Bolger, Aramis Knight, Emily Beecham, Oliver Stark, Madeleine Mantock

3. Master of None (Comédia)

 

Parece clara a mensagem de que o seu emprego tem que ter a ver com a sua personalidade, com as suas manias, com as suas visões de mundo, cabendo em desejos que podem ser construídos com tempo e cautela, mas que devem dar a capacidade de manter-lhe sem desgosto nas horas dos "perrengues" que toda área terá. Que vão dar aquele ar de "tudo bem, isso faz parte de quem sou, então, vamos em frente", mas isso tudo acaba, por vezes, em desvios e precisa ser lembrado cotidianamente para não perdermos objetivos. Sendo outra obra da Netflix, Master of None nos permitirá conhecer a vida nos âmbitos pessoais e profissionais de Dev (Aziz Ansari), um ator de 30 anos de Nova York que está procurando, entre festas e amigos, dar um sentido mais firme a sua vida, apesar de ser decidido sobre qual a trilha que quer seguir em relação a sua carreira. A série promete ser divertida e repleta de fatores que, apesar da comédia, captam diversos questionamentos humanos, como os primeiros que citei. As lições aparentam variar entre esforços para os relacionamentos e para as oportunidades profissionais, que sempre vão necessitar de autoconhecimento. A caminhada de Dev o leva a mergulhar em diversos temas, desde os direitos dos idosos até a rotina dos imigrantes em um país estrangeiro.
Lançamento: 06 de novembro de 2015
Direção/Roteiro:
Aziz Ansari   
Produção: Universal Television

Mais do elenco: Aziz Ansari, Noël Wells, Eric Wareheim, Lena Waithe, Kelvin Yu, H. Jon Benjamin

  • Séries que serão renovadas em novembro:


Lançamento: 10 de novembro de 2015

Lançamento: 16 de novembro de 2015

Lançamento: 29 de novembro de 2015

Qual filme está sendo mais aguardado por você? Qual a série que não aguenta mais esperar pelo retorno? Conta aqui nos comentários!
APURAÇÃO: ALINE REIS

LEIA TAMBÉM:

2 COMENTÁRIOS

  1. eu amooooooooooooooooo a forma com que voce fala das mensagens, ate nesses que voce nem viu e ja captou algumas metaforas só pelas bases. gente, fico de cara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba! Que alegria saber que gostou das interpretações sobre as sinopses, Nubia! Mas só podemos aprofundar ao assistir, então conta aqui depois o que achou deles. Vou amar conhecer as suas visões. Estou ansiosa para vários!

      Excluir

Obrigada por chegar até aqui para deixar a sua opinião. É fundamental para mim. O que dá sentido com ratificação para cada reflexão entre análises, dicas, informações e sentimentos aqui escritos são essas nossas trocas evolutivas de sensações e pitacos.

Não esqueça de clicar em "notifique-me" abaixo do seu comentário para receber por e-mail a resposta dada.

Posts Recentes Mais Posts

TRANSBORDOU NESTES?

Direitos Autorais

Todos os escritos aqui postados são de autoria da escritora, poetisa, compositora e blogueira Vanessa Brunt. As crônicas, frases, poesias, análises e os demais diversos escritos, totais ou em fragmentos, podem ser compartilhados em quaisquer locais e sites (quando não para fins lucrativos: criação de produtos para vendas, entre outros), contanto que haja o devido direcionamento dos direitos autorais. Ademais, as imagens utilizadas no blog para as postagens não são, em sua maioria, feitas pela autora. Portanto, para qualquer problema envolvendo os créditos das fotos, basta entrar em contato e o caso será resolvido prontamente.