MEUS REPLAYS MAIS RECENTES #2

quarta-feira, fevereiro 17, 2016


Vocês sabem que para eu ficar apegada a uma música, para que eu bata palmas para alguma, o principal ponto é a admiração da letra, a poesia dela, assim como em filmes o quesito primordial para mim é o roteiro, a estória/história, as lições emitidas, o que mais abre enlaçamentos para reflexões. A melodia é um acréscimo que fortalece e acrescenta sentidos e profundidades na letra da canção, assim como os atores e a filmagem acrescentam possíveis metáforas de força para as mensagens emitidas em uma obra cinematográfica (é como enxergo, é como lido, sem diminuir o trabalho e engrandecimento que cada ponto merece). Na última semana relembrei de algumas músicas com letras mais simples, mas que ganham meu coração pela força metafórica das melodias, e também conheci algumas novas canções que não paro de ouvir! A maioria não tem poesias alastradas, mas sempre nos encaminham a algum tipo de reflexão útil, principalmente se a análise pegar nos confins dos motivos de algo assim ter sido escrito. Bom, o fato é que a primeira música dessa playlist é um xodó eterno meu e vocês sabem que não gosto de repetir músicas que já indiquei em outras playlists para vocês, mas essa eu estou ouvindo muito (muito, muito!) e precisava recolocar, apesar de já ter falado sobre ela em uma das primeiras listas de músicas por aqui. Outras músicas que tenho escutado muito são as da minha última playlist (antes dessa) e as da "playlist das revoltas"! Senti também que não poderia deixar de colocar uma música da Adele que adorei (ela cantou ontem no Grammy), e apesar do áudio não estar muito bacana, tenho repetido trilhões de vezes, então já deixei aqui para que conheçam mais afundo e até deixei com legenda, mesmo tendo lá aqueles "errinhos de tradução". E não preciso nem falar de "Sad Beautiful Tragic", não é? Falei dela no Snapchat (VanessaBrunt) enquanto assistia o começo da terceira temporada deReign (lágrimas eternas). Gente, sério, essa música deveria ter tocado naquelas cenas, e até agora não me conformei. E se você não assiste Reign, corre! É uma das melhores séries que já vi.


Aproveitando que ontem a Taylor Swift abriu o Grammy e ganhou o prêmio mais importante da noite, lembro aqui da análise das metáforas de Out Of The Woods (letra e clipe). E só para constar, meu maior vício na semana tem sido ouvir a nostálgicaEnchanted (só não coloquei na playlist porque ela está em outra que já saiu aqui no blog).

E então, quais são as músicas que você mais tem escutado? Alguma delas está nessa playlist ou em alguma das outras duas playlists indicadas? Não esquece de deixar suas dicas nos comentários!



  • Veja os comentários e respostas desta postagem na versão antiga do blog clicando aqui.

LEIA TAMBÉM:

0 COMENTÁRIOS

Obrigada por chegar até aqui para deixar a sua opinião. É fundamental para mim. O que dá sentido com ratificação para cada reflexão entre análises, dicas, informações e sentimentos aqui escritos são essas nossas trocas evolutivas de sensações e pitacos.

Não esqueça de clicar em "notifique-me" abaixo do seu comentário para receber por e-mail a resposta dada.

Posts Recentes Mais Posts

TRANSBORDOU NESTES?

Direitos Autorais

Todos os escritos aqui postados são de autoria da escritora, poetisa, compositora e blogueira Vanessa Brunt. As crônicas, frases, poesias, análises e os demais diversos escritos, totais ou em fragmentos, podem ser compartilhados em quaisquer locais e sites (quando não para fins lucrativos: criação de produtos para vendas, entre outros), contanto que haja o devido direcionamento dos direitos autorais. Ademais, as imagens utilizadas no blog para as postagens não são, em sua maioria, feitas pela autora. Portanto, para qualquer problema envolvendo os créditos das fotos, basta entrar em contato e o caso será resolvido prontamente.