AS METÁFORAS QUE NINGUÉM FALOU DO CLIPE E DA LETRA DE LOVER, DE TAYLOR SWIFT + ANÁLISE COMPLETA DE THE ARCHER

quinta-feira, agosto 22, 2019


Taylor Swift é uma compositora de mão cheia e escreve as poesias musicadas que mais tocam o meu emocional na vida. Como poetisa, não há outra compositora com a qual tanto me identifique. E, com uma nova era da artista chegando, já tivemos aqui análise do clipe de Me – primeiro lançado do novo disco – e de alguns detalhes da letra de The Archer, que considero uma das melhores do novo disco de Swift, o qual será totalmente lançado amanhã (23/08).

Enquanto aqui escrevo, acabou de acontecer o lançamento do clipe da canção Lover e poucos dias antes eu já havia gravado a análise da letra. Enquanto subia o vídeo da análise para o YouTube (agora mesmo), assisti ao clipe e caí em lágrimas. Como sempre, as poesias imagéticas se conectam com as diversas simbologias e entrelinhas escritas na música. Não pude deixar, portanto, de fazer logo uma breve análise também do clipe.


ACRÉSCIMO | EXTRA: O álbum já foi lançado e é repleto de letras maduras e poéticas, apesar de algumas sonoridades e trechos que possam remeter a aspectos infantis (mas isso também faz parte de uma metáfora geral, que já expliquei na análise de Me). O álbum brinca com essa ideia de que a criança interior (também representando a esperança) e o lado mais maduro e adulto (mais racional) ficam fortes e se apoiando quando o amor é real e saudável. A minha composição favorita, até então, é Daylight – já que o amor é sentir que está tudo sempre às claras e não a noção de agonia constante –, mas sempre acabo mudando de tempos em tempos.

Um ponto que acho importante de dizer desde já é que a letra de The Archer definitivamente consegue resumir a essência do álbum em cada parte das suas entrelinhas. Ainda virão muitas análises das músicas por aqui, mas de antemão, as duas abaixo já podem compilar muito da base da obra.


É importante pontuar, no entanto, que para entender de fato as principais e mais profundas simbologias do clipe, é necessário primeiramente entender as metáforas mais sagazes da letra de Lover. No vídeo, expliquei cada verso com detalhes que não foram ditos em nenhum outro canto da internet. Confira todas as explicações para entender a análise do clipe, que virá logo abaixo do vídeo.

ANÁLISE DA LETRA — de 01:25 a 17:06 do vídeo


ANALISANDO O CLIPE


As minhas metáforas favoritas estão nos números 4 e 5. Já no número 9 explico uma das coisas mais pedidas por vocês (cada era de Swift e suas simbologias dentro casa do vídeo).

1. Após a análise da letra, é possível captar diversos aspectos metafóricos do clipe. O primeiro deles está dentro da própria concepção do vídeo: o globo de neve. Ele remete à noção daquilo que parece um sonho, que parece ser uma realidade impossível, distante. Era o que Taylor pensava cada vez mais sobre um amor real, intenso e saudável, enquanto ela só 'emprestava o seu coração' antes de conhecê-lo (o seu amado). Agora, finalmente esse sonho sai do globo e vai para a realidade (como podemos ver no final do clipe). Essa realidade traz ainda mais do que era sonhado por ela. Ou seja, esse relacionamento é ainda melhor do que ela podia imaginar ter um dia (a filha representa todas as surpresas positivas que ela tem nessa relação enquanto antes se via sem fé – e a menina ainda traz mais uma metáfora que vamos falar em breve).

2. CURIOSIDADES: É bacana pontuar que a própria Taylor disse a concepção do clipe se deu com base na música You're In Love, que ela escreveu tendo como inspiração o amor de dois amigos – amor esse que até aquela época ela nunca havia achado. Ela cita na música: "vocês dançavam em um globo de neve, dando voltas e voltas". A dança representa aquilo que consegue se desfazer dos obstáculos que a vida impõe (quem não lembra do quanto em Out Of Woods a dança só se esbarrava em móveis?) e, obviamente, a outra inspiração de Taylor para o roteiro do vídeo foi seu próprio relacionamento atual. Percebe-se que as luzes de Natal piscam e isso é mais uma metáfora para essa resolução de qualquer problema: elas apagam, mas sempre voltam a brilhar!

3. É possível também lembrarmos um pouco do clipe de Mine ao assistir do Lover, a diferença é tudo em Lover se concentra dentro da casa, que tem a ver com o que expliquei sobre a letra no vídeo: deles estarem sempre um dentro do outro, independente de para onde vão. "Este é o nosso lugar", afinal, é metáfora para dizer "este é o nosso relacionamento".

4. Uma das minhas metáforas favoritas do vídeo é quando eles aparecem no teto da casa. Ou seja, algumas pessoas poderiam olhar para o relacionamento pensando: "tá tudo errado nessa relação, tá tudo de cabeça para baixo". Mas, eles é que fazem as regras e que sabem o que é ou não exagero nessa relação. Para eles, não existe ali o sentimento de estar errado por estar de cabeça para baixo (que é representação de tudo e qualquer coisa que eles façam e que para os outros soaria como algo descontrolado ou errado), eles apenas sentem que estão em solo seguro, seguindo o que eles combinam entre eles. Para entender ainda melhor sobre essa metáfora, é bacana que tenha visto o vídeo acima analisando os versos da música que passam essas mensagens.

5. A minha outra metáfora favorita é a parte do aquário (e a própria Taylor afirmou ser também a metáfora favorita dela). Primeiro: aquário dá a ideia de prisão para muitos (é onde o peixe não pode 'estar livre no mar'), mas para eles é o momento em que eles nadam como se estivessem voando, livres! Ou seja, liberdade é saber ao que se prende e a liberdade deles é estarem juntos, se amando, é estarem nesse relacionamento. A liberdade para eles é ter encontrado o amor e não deixá-lo escapar, é cuidar. É mais uma mensagem para as pessoas que podem pensar que certas coisas desse relacionamento são exageradas, que eles podem se sentir sufocados futuramente... eles estão ali dizendo que é justamente assim, mais grudados como as pessoas nem cogitam, que eles conseguem respirar melhor! Segundo: lembram do trecho da letra em que ela fala que qualquer problema é besteira contanto que acabe tudo com eles juntos, porque eles sempre vão dar um jeito? A água seria o afogamento e se ela se afoga, ele se afoga junto, ele entra no aquário quando vê que ela está lá (se afogando em azul...). Ele se joga lá porque ele sente o que ela sente, ele se afeta se ela se afetar, e aquele problema vira diversão para eles, que acabam brincando na água (que é representação também do problema). Terceiro: como não lembrar de Clean (do 1989?). A metáfora brinca com a letra da música do álbum retrasado. Podemos também estar ainda mais encontrando com nós mesmos ao estar em um amor saudável. OBS: a pia não está pingando, porque eles não têm dúvidas para precisarem ir até a última gota, mas mesmo assim ela está cheia de água e sabão, representando a relação: LIMPA e transbordante.

6. É importante perceber que em todo momento, mesmo do lado de fora da casa, é Natal. O Natal, como falei na análise da letra, é a ideia deles ficarem grudados e reclusos, se afastando do resto do mundo em alguns momentos – o que seria uma regras deles, quando eles querem. Essa ideia de ser sempre Natal representa a noção, mais de uma vez, de que independente de onde cada um esteja, eles estão sempre agindo sem esquecer de respeitar e cuidar um do outro. A minha metáfora favorita da música vem de quando ela mostra o equilíbrio ao falar que ao mesmo tempo que eles fazem isso (de ficarem muito grudados), eles também não esquecem de ter momentos para os amigos e para as pessoas ao redor. Expliquei melhor esse detalhe no vídeo da análise da letra.

7. É bacana perceber que a casa tem diversos cômodos e que tudo começa enquanto eles estão em um corredor no meio de várias portas. Tudo isso, com tantas cores, serve para representar os vários lados que esse relacionamento tem e que só quem está dentro dele pode saber e entender de fato. Ou seja, em alguns cômodos eles estão mais brincalhões (alimentando a criança interior um do outro – lembra que eu falei disso na análise da letra também?), em outros estão mais sérios ou mais tristes, mas sempre subindo as escadas, ou seja, sempre indo em frente juntos e buscando resolver qualquer empecilho, afinal, eles são honestos um com o outro e isso é o que mais os salva sempre. Eles são crianças um com o outro e adultos um com o outro, são as várias versões de si, livres para ser.

8. Além dos vários cômodos, Taylor aparece com o cabelo de cores diferentes, com roupas em diferentes estilos... e isso me lembrou diversas das metáforas que ela passa em The Archer (letra também analisada no vídeo acima). Ou seja, ela está passando a ideia de que ele conhece as várias Taylors que existem dentro dela, todos os lados possíveis dela, e que ele a ama nessa completude.

9. Analisando as eras dentro casa: dentro da metáfora acima, é possível perceber que muitas dessas Taylors são as várias de eras passadas da carreira dela (veja uma imagem que mostra as partes das eras na casa do clipe) e que continuam vivas dentro dela de alguma maneira (que ele ajudou a reviver, já que reviveu as esperanças que ela havia perdido).

▸A parte vermelha é o Red, mostrando o ciúmes, a paixão e os sentimentos mais fervorosos que aparecem por vezes dentro desse amor (mas que surgem equilibrados, já que o amor real não é vermelho e sim amarelo, como diz ela no álbum). Ou seja, amor sem paixão não vai para frente, ainda que ela tenha suas quedas e precise ser recuperada (a paixão).

▸É bacana perceber, ainda, que na parte vermelha ela aparece vestida de amarelo e que na parte azul aparece com cores amarelas no cabelo. Em Red, ela conhecia o amor apenas como algo 'vermelho' (a paixão, os sentimentos desenfreados...), mas ela descobriu com ele o que é realmente amar alguém: ter paz acima de tudo, ser amarelo (esclarecedor). E, em uma relação com amor de fato, isso deve ser maior do que essas intensidades de sentimentos que causam angustias. E no 1989 (azul) ela está 'se afogando', mas todas as metáforas daquela cena são sobre esse amor real representado pelo amarelo (como expliquei mais acima).

▸A parte verde é o Taylor Swift, mostrando o lado mais esperançoso da essência dela (que tinha quando era mais jovem) e da parceria deles (ele colocando o quadro pra ela e mostrando o entendimento em dar força ao que ela ama – que é representado pelos gatos...). O lado amarelo é o Fearless, que é onde eles mostram a parte mais destemida da relação (que tem a metáfora de estar de cabeça para baixo que expliquei acima).

▸O roxo, no qual eles conversam enquanto comem, falam tudo o que sentem sempre um para o outro, mostram a intimidade de não esconder nada e reverenciam isso... é o Speak Now. A parte da metáfora do aquário, que foi explicada acima, brinca com algumas mensagens da música Clean, do 1989 (mostrando que ela se sente livre e sempre 'limpa e transbordante' com ele). Entenda melhor essa metáfora lendo a parte em que explico ela completa.

▸Já a parte rosa representa o próprio Lover, com o drama e também o romance e as resoluções de um amor honesto. Por fim, a parte de cima, mais escura, representa o Reputation, que mostra cenas dela mesma sendo vista pelos olhos dele (ou seja: a reputação que você deve considerar na vida não é a que ecoa em outras vozes, mas sim o que você planta em que te ama e em quem você ama: o que eles pensam é que importa). A leitora Isa Tainah ainda pontuou bem para mim sobre o local ser um sotão, ou seja, isso serve, ainda, como representação de um local onde se guarda coisas velhas e não revisitadas com frequência, coisas que já não têm mais utilidade de fato na nossa vida (como as que aconteceram no Reputation).

10. Ela toca diversos instrumentos. A bateria é algo mais pesado, pode ser considerada como mais barulhenta. O piano é algo mais leve (e ela até usa um menor). Ela vai desde a guitarra até também o violão... e todos esses instrumentos servem para representar as diferentes faces dessa relação, dela mesma e de tudo o que eles já viveram juntos (dos momentos mais agitados aos mais tranquilizantes).

11. Dentro da casa, é bacana perceber que existem os momentos dela sozinha com a profissão dela (tocando a guitarra), dele sozinho também, dos amigos, deles grudados, dele com ela na profissão (sendo parceiro)... ou seja, tudo representa esse equilíbrio. Eles se grudam, estão sempre pensando um no outro, mas sabem dar prioridades diferentes quando outras coisas precisam e não largam suas vidas próprias (pelo contrário, as somam).

12. Outro momento bacana é quando ela assiste aos vídeos que ele gravou e se arrepende de uma briga. Ali está a mensagem de que as brigas passam porque eles tem as lembranças das promessas e de tudo o que já viveram com intensidade (representado pelos vídeos) e eles têm a verdade (a conversa que acontece em vários momentos).

13. A filha deles representa, ainda, o quanto eles desejam inspirar as pessoas a acreditarem que amores reais, intensos e duradouros existem. Ela representa, portanto, as futuras gerações. Ela começa o vídeo recebendo de presente a própria história dos pais, logo, eles desejam passar essa mensagem adiante e mostram esperança de um mundo com mais amor.

14. É importante perceber também que só do olho mágico não é possível olhar o que acontece dentro casa, é preciso ir para além dele para as luzes de acenderem. É preciso entrar para entender, viver com eles para perceber. Só eles sabem. É mais uma metáfora para a ideia de quem está de fora não poder julgar.

O clipe traz, ainda, a representatividade com um homem negro sendo o namorado de Taylor Swift. Ela nunca namorou um homem negro e Joe (seu namorado na vida real) não é negro, mas a ideia obviamente foi passar a mensagem de que o amor não tem cor e que o que mais importa para ela nessa relação não tem a ver com a forma física, mas sim todo o resto com mais pesos.

E você, o que achou das metáforas do clipe de Lover? E das simbologias da letra? E sobre a análise de The Archer? Vamos paper! Ah, e aproveita para se inscrever lá no canal, porque vamos ter cada vez mais conteúdos com análises assim também em vídeos.

LEIA TAMBÉM:

34 COMENTÁRIOS

  1. Que sensacional! As análises das letras foram impecáveis e o clipe já foi assistir de outra forma. Fico sempre chocada com a sua sensibilidade e com o jeito como consegue olhar tudo tão profundamente.

    ResponderExcluir
  2. I heard the song and saw the video yesterday. She' so creative and talented!

    www.fashionradi.com

    ResponderExcluir
  3. Ainda não vi o clipe, tô louca para ver
    www.achatadebatom.com

    ResponderExcluir
  4. Que análise maravilhosa! Explicou tudo o que ninguém sequer teria pensado e visto. Sua visão poética é algo que o mundo precisa, tá em falta. Genial!

    ResponderExcluir
  5. Oi Vanessa,
    Eu não havia entendido as entrelinhas não, mas gostei da música e da sua análise.
    beijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Vanessa.
    não vou opinar porque nem conheço a cantora e não sou muito ligada em musicas por isso não reparo muito hehe. Mas acho legal esse tipo de análise. Para por fora como eu, dá para entender bem o que eles quiseram passar com o clipe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Já tinha visto o clipe {que por sinal é lindo}, mas não tinha percebido muito bem do que a música se tratava. Amo posts de interpretação de música. As vezes por mais simples que uma letra possa ser, ela pode carregar vários significados ♥

    www.blogflorescer.com

    ResponderExcluir
  8. Você sempre com as melhores análises! Não é à toa que você é a nossa Taylor brasileira, a melhor poetisa atual.

    ResponderExcluir
  9. nem sabia que ela tinha lançado música nova! kkkk
    achei bem interessante essa tua análise!

    xox
    Guria do Século Passado

    ResponderExcluir
  10. Confesso que não conheço muito da carreira dela!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  11. Menina, que análise!
    Lover pra mim é aquela música que toca no final de algum filme clichê adolescente que o casal se reconcilia no baile hahahha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  12. Oi, Vanessa!

    Quantos detalhes! Ainda não conhecia esta nova música... Gostei!

    Abraços e um ótimo domingo, Cris

    ResponderExcluir
  13. UAU, QUE POST SUPER COMPLETO! Eu vi muita gente comentando sobre Lover da Taylor, mas eu não sou fã da autora e confesso que achei a música bem meio bleh, mas tá todo mundo comentando sobre esse romantismo que a autora trouxe na letra e no clipe. Acho que é importante a cantora trazer elementos sobre o que ela realmente acredita e deixar para nós, seus fãs, poderem decifrar isso. Amei todos os detalhes!
    Beijo


    Capítulo Treze
    INSCREVA-SE NO CANAL

    ResponderExcluir
  14. Gostei muuuito dessa metáfora sobre o globo de neve, não tinha pensado por esse lado e é exatamente isso! Confesso que quando vi eles de cabeça pra baixo, fiquei meio sem entender o que estaria por trás daquilo, por isso adoro ler suas metáforas dos clipes! Que linda essa metáfora da pia com um significado tão profundo e belo. Essa simbologia das cores também são muito usadas nos video clipes e eu adoro isso! Eu amei demais a cena deles assistindo aos vídeos pra relembrar os momentos bons, exatamente como você explicou na metáfora 12. Isso do olho mágico também é muito bom! Porque mostra que não devemos julgar as pessoas pelo que a gente vê de fora, tem muito mais no interior. Também gostei dessa representatividade no clipe. Mais uma vez adorei suas metáforas e assistirei ao vídeo no YouTube para comentar por lá a análise da letra e complementar esse post.
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  15. Van, eu não gosto dela então não acompanho seus trabalhos.
    bjs www.diadebrilho.com

    ResponderExcluir
  16. Eu gosto de algumas músicas da Taylor, principalmente essas mais atuais, não acompanho tanto o seu trabalho mas adoro como ela retrata o amor

    Um beijo,
    Quase Mineira

    ResponderExcluir
  17. Eu vi o clipe achei muito lindo! As cores, as roupas da Taylor, os cenários... mas confesso que tinha ficado perdida com os significados, então esse post veio na hora certa!
    Eu adoroo saber mais sobre os significados e simbologias, fiquei encantada lendo e tem várias coisas aí que eu nem tinha percebido mas que fazem total sentido.
    Me identifiquei com o globo de neve, porque eu meio que acho que isso de amor saudável, maduro é muito sonho, uma realidade impossível, distante... mas né, daí mostra a filha do casal como uma esperança, como algo melhor ainda né. Bem bacana!!

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Eu vi que lançou o clipe, mas acabei nem assistindo. Faz um tempo que parei de acompanhar a Taylor. Mas é legal ver que ela continua fiel às fases da vida dela. Acho que é isso que deixam as músicas dela tão especiais.

    ResponderExcluir
  19. Menina eu nem vi o clipe, não ouvi a música ainda também.
    Esses dias fiquei uns dias off e outros foi correria.
    Deixei meu like no seu vídeo só não assisti porque ainda não vi o clipe.
    Beijos
    https://www.pamlepletier.com

    ResponderExcluir
  20. Acho que nunca tinha lido uma análise de clip tão profunda na minha vida. rs

    ResponderExcluir
  21. Que interessante a análise das metáforas. Adorei seu post. Sempre com conteúdos diversificados, adoro!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  22. Genial a análise do clipe. Também gosto muito de analisar clipes no quadro do blog 'Entre frames'. Interessante a relação de cores no clipe.
    Boa semana!

    O blog JOVEM JORNALISTA está em HIATUS DE INVERNO, de 20 de julho à 29 de agosto. Mas tem post novo. Nesse período comentaremos nos blogs amigos.

    Até mais, Emerson Garcia

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  23. Eu não sou muito fã de Taylor Swift mas não nego que ela tem um dom muito grande de usar as palavras para expressar o que estava sentindo no momento em que pegou papel e caneta para escrever o que sentia.
    Não costumo perceber metáforas em clipes a não ser que sejam bem escancaradas mesmo, o que é meio trite. Queria sacar das coisas facil como tu fez. É impressionante ver como ela se dedicou nã só na letra como também na hora de fazer o clipe.

    Abraço,
    Parágrafo Cult ♥

    ResponderExcluir
  24. Oi Vanessa, tudo bem?
    Adorei a análise do clipe e da letra, super completa.
    Eu não sou super fã da Taylor, mas gosto de algumas músicas dela, tipo Blank Space e Style. Vou dar uma chance ao novo álbum!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  25. Amei essa análise, parei para assistir de novo e ler seu post. Obrigada pelas análises.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Que bela análise :)
    Eu sou super distraída e nunca reparo nos pormenores...

    MY SUPER SWEET TWENTY

    ResponderExcluir
  27. Não sou fã dela, mas acho uma artista incrível. São tantas metáforas e as letras são tão profundas, adoro isso.
    Charme-se

    ResponderExcluir
  28. gosto mt da Taylor e adorei esse seu post super bacana analisando o clip com tantas metáforas

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  29. Oi, Vanessa! Sou swiftie desde 2012 e apaixonada por tudo que a Taylor faz! Acredito que Lover é um dos melhores álbuns da carreira e fiquei encantada por cada uma das músicas ♥
    O clipe ficou a coisa mais linda e amei ler sobre as metáforas dele! Uma das melhores músicas do álbum sem sombra de dúvidas :D

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  30. Adorei essa análise, muito boa!
    Beijos,
    www.lewestinblog.com

    ResponderExcluir

Obrigada por chegar até aqui para deixar a sua opinião. É fundamental para mim. O que dá sentido com ratificação para cada reflexão entre análises, dicas, informações e sentimentos aqui escritos são essas nossas trocas evolutivas de sensações e pitacos.

Não esqueça de acompanhar frases e outras indicações também pelo Instagram e de clicar em "notifique-me" abaixo do seu comentário para receber por e-mail a resposta dada.

Posts Recentes Mais Posts

MAIS DICAS: @VANESSABRUNT

Direitos Autorais

Todos os escritos aqui postados são de autoria da escritora, poetisa, jornalista e blogueira Vanessa Brunt. As crônicas, frases, poesias, análises e os demais diversos escritos, totais ou em fragmentos, podem ser compartilhados em quaisquer locais e sites (quando não para fins lucrativos: criação de produtos para vendas, entre outros), contanto que haja o devido direcionamento dos direitos autorais. Ademais, as imagens utilizadas no blog para as postagens não são, em sua maioria, feitas pela autora. Portanto, para qualquer problema envolvendo os créditos das fotos, basta entrar em contato e o caso será resolvido prontamente.